Ciência, Estrutura e Decisão

A Sociedade Portuguesa de Oncologia volta a realizar a reunião magna anual da especialidade, pretendendo repetir o saldo extremamente positivo da última edição, na qual estiveram presentes mais de 650 participantes, com sessões marcadas pela discussão ativa, a partilha de conhecimentos e uma visão isenta e integradora dos novos desenvolvimentos em Oncologia.

É este o modelo que a SPO pretende continuar a desenvolver, numa ótica de união e participação coletiva, adaptada às realidades e necessidades atuais, mas com um olhar para o futuro. A prevalência do cancro tem vindo a aumentar três por cento ao ano, pelo que é fundamental reforçar, cada vez mais, a prevenção e a cooperação dos profissionais das diferentes áreas da saúde, desde a investigação básica até ao diagnóstico, tratamento e acompanhamento dos sobreviventes.  

Os importantes avanços no diagnóstico e tratamento das doenças oncológicas trazem uma grande esperança para o futuro, mas também grandes desafios para os quais a Sociedade Portuguesa de Oncologia tem de estar preparada, nomeadamente na promoção da investigação e inovação, no conhecimento cada vez mais preciso da nossa realidade epidemiológica e da capacidade assistencial e na equidade de acesso aos melhores cuidados de saúde.

Neste 16.º Congresso Nacional de Oncologia vamos dar destaque a alguns projetos que estão a ser desenvolvidos pelos grupos de trabalho da SPO dedicados a áreas prioritárias em Oncologia: prevenção, sobreviventes, cancro hereditário, dados em Oncologia, patient reported outcomes e cuidados de suporte e paliativos. Todas as etapas se interligam e são interdependentes, desde a prevenção, passando pelas necessidades organizacionais e assistenciais, o estado da arte e a investigação, até às reações dos doentes face às doenças oncológicas. A evidência científica é o nosso ponto de partida para as tomadas de decisão em Oncologia, que queremos concretizar através de uma estrutura consolidada. Neste sentido, o lema do nosso 16.º congresso é “Ciência, Estrutura e Decisão: Uma visão sobre o futuro da Oncologia em Portugal”.

Conscientes do papel de agente agregador de toda a comunidade oncológica portuguesa, a SPO convida, mais uma vez, a estar connosco nestes três dias de partilha, todas as entidades, grupos de estudos e profissionais dedicados à investigação, diagnóstico, tratamento e acompanhamento das doenças oncológicas, unidos no objetivo de prolongar a sobrevivência e de melhorar a qualidade de vida do doente.

Esperamos contar com a vossa presença no congresso anual, e que juntos continuemos a impulsionar o desenvolvimento da SPO.

Um abraço,

Paulo Cortes

Presidente da Sociedade Portuguesa de Oncologia

Sociedade Portuguesa de Senologia LPM News Farma